Saiba quais são as tendências do comportamento do consumidor para 2018

Saiba quais são as tendências do comportamento do consumidor para 2018

“Ano novo, vida nova”, diz o ditado. Se você quer aumentar seu lucro e elevar sua empresa a um novo patamar, deve observar quais são as tendências do comportamento do consumidor para 2018 e colocá-las em ação.

As tendências são úteis para que você possa entender melhor o seu consumidor, levá-lo à conversão e fidelizá-lo na sua empresa. Para que isso aconteça, você verá, neste artigo, cinco maneiras de usar as tendências do momento a seu favor e aumentar as vendas. Quer começar o ano com crescimento empresarial? Continue a leitura!

Experiência de compra personalizada

Quem já possui um e-commerce sabe o quanto é difícil fazer com que o consumidor converta em seu site, uma vez que a concorrência aumenta diariamente. Uma ferramenta interessante para você se destacar das demais lojas é a personalização da experiência de compra.

Isso significa que você deve apresentar, em sua página principal, um mix de produtos que seja mais adequado ao perfil e aos históricos de pesquisas e compras do usuário. Assim, ele terá maior facilidade para encontrar o que deseja e lembrar-se de itens importantes.

É possível deixar seu sistema ainda mais atrativo, segmentando promoções, como descontos para o pagamento de frete para os clientes que têm maior dificuldade ou mesmo o envio de brindes para perfis adequados ao seu negócio. Por exemplo, se em sua base de clientes, você identifica perfis de clientes com o estado civil “casado(a)”, você pode enviar um brinde para seu cônjuge junto do pedido. Dessa maneira, a experiência de compra será positiva para toda a família, já que o cliente recebe seu produto e ainda pode fazer um agrado à esposa/esposo com o brinde enviado.

Outras possibilidades são:

  • ranking de mais vendidos;
  • vitrines de cross e up selling (apresentação de produtos semelhantes aos que foram pesquisados ou comprados pelo cliente);
  • segmentação de conteúdo;
  • filtragem de resultados de busca (exibição dos itens mais buscados e com maior desconto);
  • personalização de e-mails (envio dos produtos que mais agradam aos usuários e que estejam em promoção).

Chatbot

Com as redes sociais, a relação empresa-cliente foi modificada. Anteriormente, era necessário que os usuários entrassem em contato por telefone com a instituição, interrompessem suas atividades e esperassem, por muito tempo, um atendimento que, muitas vezes, era ineficiente.

Agora, os usuários não querem ir até a empresa, ligar ou mesmo instalar um novo aplicativo em seus dispositivos móveis. Ao contrário, querem tirar suas dúvidas e solucionar os problemas como se estivessem conversando com um amigo. Isso é feito enquanto realizam outras atividades — a resposta é instantânea e eficaz.

Com o chatbot, a empresa pode atender a essa expectativa dos clientes de maneira efetiva. Com o auxílio de bots, parte do seu atendimento ao público nas redes sociais será realizado de maneira automatizada. Ele pode acontecer:

  • com o uso de regras de ação (o bot fará perguntas aos consumidores e as ações futuras do robô dependerão das respostas exatas dos usuários);
  • com a utilização de inteligência artificial (a máquina é capaz de entender uma variação de palavras e as intenções do usuário, além de aprender como agradar o cliente com o tempo).

Micro-momentos

Pode-se dizer que micro-momentos são pequenos momentos do processo de compras do cliente que, normalmente, estão relacionados à utilização de um smartphone. Com esses momentos, o usuário estará mais exposto ao que deseja.

O que eu quero saber

Nessa fase, a pessoa procura por determinadas informações, como “O que é Marketing Digital?”. Provavelmente, aqui, ela não fará nenhuma compra, apenas deseja ter maior informação sobre um item específico.

Aonde eu quero ir

Aqui, o desejo do internauta é saber a localização de um determinado estabelecimento ou lugar, ou mesmo saber a melhor rota para chegar. Esses micro-momentos estão relacionados a consultas de mapas e direções.

O que eu quero comprar

Esse é o micro-momento mais amado pelos donos de lojas virtuais. Nesse caso, os usuários já têm um interesse de compra e fazem consultas para descobrir o melhor local para adquirir seu produto.

O que eu quero fazer

Por fim, aqui, o internauta quer aprender a fazer alguma coisa. Nesse caso, suas buscas, geralmente, retornam com vídeos e tutoriais como respostas. Para entrar na frente dos concorrentes, alguns sites produzem um grande número de vídeos para atender às demandas dos usuários.

Para que você se beneficie dos micro-momentos, é necessário que produza um conteúdo relevante para seus usuários para que eles se beneficiem dele no momento em que fazem as buscas. Então, planeje a utilização das palavras-chave para aumentar as chances de ser encontrado rapidamente nesses momentos.

Outra possibilidade é oferecer notificações push para usuários de aplicativos, fornecendo descontos exclusivos em produtos e serviços, de acordo com o perfil. Além disso, é possível usar a geolocalização para chamar o cliente para seu estabelecimento quando ele estiver próximo.

Big Data

Você já pensou na quantidade de dados que você tem à sua disposição todos os dias? Horários de compra, nome de usuários, produtos adquiridos, CPF e diversas outras informações que você pode julgar irrelevantes.

Com o Big Data, é possível usar todos esses dados para entender melhor seu consumidor, prever tendências e tomar as melhores decisões para o futuro da sua instituição.

Como você pode imaginar, é praticamente impossível fazer tudo isso apenas com os profissionais da sua empresa. Com a Inteligência Virtual, computadores programados para essa função estarão prontos para ajudá-lo, analisando seus dados de maneira rápida e facilitando a criação de uma estratégia mais interessante.

Omnichannel

Um problema que dificulta a experiência do cliente com a empresa é a interação entre as diversas formas de venda e o atendimento que a instituição proporciona para seus consumidores.

Um usuário que comprou um tênis em uma loja virtual, e não consegue atendimento pelo call center e nem pelo estabelecimento físico, se sentirá decepcionado e frustrado.

O Omnichannel é um conceito que visa a melhorar a experiência dos clientes com a empresa, a partir da integração de todos os canais da companhia (físicos, online, televendas e quaisquer outras formas de contato possíveis entre a marca e o usuário). Dessa maneira, independentemente de onde começou o processo de compra, você poderá usar o que for mais conveniente no momento.

Uma das melhores formas de entender o comportamento do consumidor é estar atento às principais tendências do ano. Com elas, você terá mais ferramentas para agradá-lo, informá-lo e levá-lo à conversão. Comece bem 2018, planejando as principais ações que deverão acontecer durante todo o ano. Assim, você plantará agora o sucesso de dezembro!

Falando em sucesso, você sabia que é possível dominar seu mercado? Veja como isso acontece com 5 dicas incríveis de marketing para e-commerce. Esperamos você lá!

Comments ( 2 )

  1. Saiba como migrar da loja física para uma loja virtual - Blog Idealize Tecnologia
    […] a noite. Para que isso aconteça, você precisa adaptar a sua estratégia de vendas — afinal, o consumidor virtual tem características bem peculiares e que precisam ser […]
  2. Saiba como escolher a plataforma ideal para a sua loja virtual - Blog Idealize Tecnologia
    […] da sua marca, ao mesmo tempo em que cria um engajamento natural com o seu público-alvo. Os clientes bem informados, como são os de hoje em dia, exigem e valorizam essa […]

Deixe uma resposta