Ruptura de estoque no e-commerce: por que acontece e como evitar?

Ruptura de estoque no e-commerce: por que acontece e como evitar?

Se um consumidor clica em um anúncio da sua marca e vai até a loja, mas encontra o produto indisponível, o que ele faz? Ele fica frustrado, fecha a janela do navegador e talvez nunca mais volte. É isso que pode acontecer quando você tem uma ruptura de estoque no e-commerce.

Esse é um conceito bastante comum no varejo, mas é um problema que os lojistas querem longe do seu negócio! Afinal, ninguém quer ver seus clientes chateados por não poderem comprar o produto que queriam devido à falta de estoque.

Agora, então, vamos entender melhor o que é a ruptura de estoque no e-commerce, por que ela acontece e como você evitar esse problema na sua loja. Acompanhe:

O que é a ruptura de estoque no e-commerce?

A ruptura de estoque no e-commerce é a falta de produtos no momento da compra pelo consumidor. Ela acontece quando o cliente visualiza produtos indisponíveis no e-commerce, ou quando efetua a compra, mas não recebe porque a loja não tem estoque daquele produto.

Imagine que, no momento da compra, o consumidor já passou por todo o processo de decisão, no qual a empresa investiu bastante. Ela tratou de atrair o cliente, conquistar a sua confiança e nutri-lo com informações durante a jornada. E o cliente já está feliz com a decisão, por ter encontrado aquilo que gostaria de comprar.

Agora, só falta ele efetivar a compra! Mas a ruptura de estoque no e-commerce pode estragar seus planos…

Dá para imaginar a frustração do cliente quando isso acontece, não é? A experiência com a loja fica prejudicada, ele pode nunca mais voltar e ainda migrar para a concorrência sem nem hesitar. O cenário se agrava quando a ruptura se torna frequente, o que evidencia a falta de organização da loja.

Quais são as razões da ruptura de estoque no e-commerce?

A ruptura geralmente acontece por alguma falha na gestão do estoque ou por falta de planejamento da loja virtual. Mas ela também pode acontecer por imprevistos, que o negócio não pode controlar (mas pode atuar para minimizar os danos).

Estes são alguns motivos para a ruptura de estoque no e-commerce:

  • Falta de integração entre sistema físico e online (a loja física não registra as vendas online e não dá baixa no estoque, por exemplo);
  • Inconsistência entre inventário e estoque físico (o produto está registrado, mas não está presente no estoque);
  • Falta de alinhamento entre promoções e gestão de estoque (o produto é anunciado, mas não tem estoque);
  • Falta de planejamento para períodos de alta demanda (os produtos são demandados, mas não há estoque suficiente);
  • Falta de cobertura para produtos que demoram mais a serem entregues pelo fornecedor;
  • Atraso da entrega pelo fornecedor;
  • Entrega errada ou incompleta pelo fornecedor.

Como evitar a ruptura de estoque no e-commerce?

Então, como a sua loja pode evitar a ruptura de estoque no e-commerce? Veja agora algumas dicas para deixar esse problema longe do seu negócio:

Utilize um sistema de gestão de estoque integrado

Ainda existem muitas empresas que gerenciam seu estoque com planilhas, sejam elas físicas ou digitais. Porém, dessa forma, são grandes as chances de falha humana no registro das entradas e saídas de mercadorias.

O ideal é contar com um software que automatize o controle de estoque e informe a disponibilidade de itens com mais confiabilidade. Além disso, esse software deve oferecer a integração entre a loja física e a online, caso você trabalhe com esses canais de venda. Dessa forma, o e-commerce dá baixa automática e em tempo real das vendas físicas (ou vice-versa), o que evita de anunciar um produto que já foi vendido.

Organize o estoque

A inconsistência de informações entre o inventário e o que realmente está no estoque pode ser um problema de organização. Se a pessoa que faz a reposição ou a checagem do estoque não consegue identificar facilmente onde está cada produto, são grandes as chances de ter dados incorretos no sistema.

Portanto, organize os itens por categorias, por data de entrada, por tamanho, ou como fizer mais sentido para a sua loja, e use etiquetas de identificação que facilitem a localização.

Faça uma checagem periódica

Não confie apenas nos registros do sistema, que podem ter informações incorretas por erro no cadastro ou falta de cuidado. Vale a pena fazer uma checagem presencial no estoque e bater os dados ― itens, quantidades, preços, tamanhos etc. ― com o inventário.

Faça a previsão de demanda

Equilíbrio é ponto-chave para evitar a ruptura de estoque no e-commerce. Comprar menos produtos do que os seus clientes demandam pode acabar rapidamente com a disponibilidade do estoque, mas acumular itens também é um problema por gerar custos de armazenamento e depreciação.

Portanto, dedique-se ao planejamento para acertar nas compras. Para isso, é importante analisar os dados das vendas para identificar o fluxo de compras na sua loja e as sazonalidades que fazem flutuar os períodos de alta e baixa demanda.

Alinhe a comunicação com a gestão de estoque

Um problema comum no varejo é criar divulgações e promoções com produtos que estão em falta no estoque ou que não têm quantidade suficiente. Portanto, antes de criar ações que vão gerar mais demanda para o seu e-commerce, certifique-se sobre a disponibilidade dos produtos anunciados.

Conheça os prazos dos fornecedores

Existem alguns produtos que demoram mais para serem entregues pelo fornecedor. Por isso, é preciso se planejar com antecedência quando esse tipo de produto está acabando. Se você deixar o pedido para última hora, pode ficar sem cobertura desse item e perder as vendas durante esse período.

Trabalhe com fornecedores confiáveis

Trabalhar com fornecedores comprometidos e responsáveis é essencial para a saúde do seu estoque. Você precisa que as entregas aconteçam no prazo, com os produtos íntegros e conforme o seu pedido. Portanto, pesquise bem sobre a reputação do negócio antes de contratar um fornecedor.

Ruptura de estoque no e-commerce é um problema comum que deve ser evitado. Esse acontecimento gera frustração para o cliente, que é um fator determinante para que ele não volte mais à sua loja e vá comprar da concorrência. Portanto, para evitar a ruptura e não perder mais vendas, a gestão do estoque deve ser um dos pilares do seu e-commerce.

Agora, se você está a fim de abrir a sua loja virtual, inspire-se com 4 cases de sucesso para começar a tirar a sua ideia do papel!

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>