Quanto custa montar uma loja virtual? Descubra agora!

Quanto custa montar uma loja virtual? Descubra agora!

Se você está pensando em abrir uma loja virtual, saiba que está tomando a atitude certa para aproveitar das oportunidades que esse tipo de comércio oferece ao empreendedor.

Empresários com negócios de pequeno e médio têm dominado esse nicho devido ao custo relativamente baixo de abertura e manutenção do e-commerce, já que não é preciso loja física e nem sempre é necessária a contratação de funcionários.

Aproveite este artigo para descobrir agora mesmo como abrir e manter a sua loja virtual. Confira!

Investimento inicial para criar a loja

Antes de pensar em vender e começar a colher os resultados do seu empreendimento, você precisa saber quanto deve investir para abertura da sua loja. Vamos lá?

Plataforma

Antes de pensar em vender será necessário definir em qual plataforma contratar para o seu site e sob qual domínio (nome da URL que dá acesso à sua loja virtual).

O tipo de plataforma, gratuita ou paga, compartilhada ou exclusiva, funcionalidades disponíveis e outros quesitos como a responsividade para dispositivos móveis, também impactarão diretamente no funcionamento do seu e-commerce.

Se você opta pela modalidade gratuita, geralmente operada no formato open source, isso exigirá conhecimentos técnicos que talvez te faltem e não haverá a quem recorrer caso enfrente qualquer problema mais urgente como o site sair do ar em horário de pico e outras situações limitantes. Nesses casos, é melhor contratar o serviço pago que realmente garantirá agilidade, conforto e segurança na gestão do seu e-commerce.

Criação da marca

Vivemos na era midiática e hoje, mais que nunca, uma imagem pode valer mais que mil palavras. O excesso de informação no qual o usuário está submerso exige que você desenvolva uma identidade visual marcante que seja capaz de “passar o recado” instantaneamente ao consumidor.

Para isso você pode contar com serviços pontuais de design que farão diferença em sua estratégia e não encarecerão a construção da sua loja virtual.

Estoque

Obviamente chegará o momento de pensar na questão principal de uma loja: o estoque. Afinal, sem produtos a oferecer não haverá vendas. Você precisará pesquisar bastante sobre fornecedores, preços, prazos de entrega, possibilidades de obter descontos em compras mais volumosas e demais questões que possam impactar o preço final da mercadoria que você vende e também a própria satisfação do cliente.

Despesas burocráticas da abertura da empresa

O primeiro passo a ser dado para a abertura da empresa e saber quais as despesas burocráticas envolvidas nesse processo é contando com a ajuda de um contador. Dentre as várias possibilidades existentes hoje de se registrar um empreendimento como MEI, EI, EPP, LTDA e tantas outras modalidades é essencial que você tenha alguém que possa te guiar por esse caminho e indicar os custos disso.

Se você vende mercadorias, então terá que estar atento ao Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) cobrado pelo governo estadual. Caso você vise oferecer algum tipo de serviço, então precisará estar ciente do Imposto Sobre Serviço (ISS) cobrado pelo município. Abaixo faremos um resumo para que você entenda:

  • para negócios com faturamento anual de até 60 mil reais por ano o empreendedor poderá atuar como Microempreendedor Individual (MEI);
  • caso o retorno financeiro esteja dentro dos limites dos 3,6 milhões anuais é possível se cadastrar no Simples Nacional;
  • se ultrapassar ambas as faixas acima, poderá então ser taxado por sistemas de tributação maiores.

Outra questão importante é procurar um contador que possa te direcionar sobre os detalhes de cada aspecto burocrático e tributário que incidirá diretamente sobre o seu negócio.

Investimento para manter a loja

Agora que você já sabe o que deve fazer para abrir a sua loja e quais custos estão envolvidos nesse processo, é importante entender as estratégias necessárias para ter sucesso nessa iniciativa.

Nos subtópicos seguintes você entenderá tudo isso com mais clareza e conseguirá efetivar o êxito do seu empreendimento.

Marketing

Expressões populares como “a propaganda é a alma do negócio” já deixam bem claro como a sociedade na qual vivemos entende e assimila a importância de um bom posicionamento de marca.

Se você conseguiu abrir a sua loja, colocar o site funcionando, o estoque disponível e todos os requisitos básicos citados na primeira parte do nosso post, chegou então o momento de investir em marketing para a sua marca chegar até às pessoas.

A internet é o grande campo atuação de pequenas e médias empresas, por isso é importante dedicar algum recurso para ser investido em ferramentas de anúncios como Facebook ADS, Google Ads ou mesmo ferramentas de automação de marketing e E-mail Marketing. Dessa maneira, você garante que as suas ações de posicionamento e vendas alcançarão um número maior de pessoas e possibilite o crescimento do seu negócio.

ERP

O Enterprise Resource Planning (ERP) ou simplesmente Planejamento de recurso corporativo é um sistema capaz de integrar diversas tarefas de um empreendimento para automatizá-las, armazená-las e organizá-las para facilitar a sua gestão.

Os custos envolvidos para contratação desse serviço e customização dessa plataforma podem variar bastante indo de algumas dezenas de reais até acima da casa dos mil. Tudo depende do software escolhido e de quem irá configurá-lo para você. Realizar teses é importante, então não seja precipitado na sua escolha.

Capital de giro

Em uma linguagem simples, o capital de giro é o dinheiro que a sua empresa tem e o quanto ela precisa pagar para continuar operando. O capital da sua empresa engloba não só a conta-corrente do seu negócio, mas também o próprio estoque, nos pagamentos a serem recebidos e o caixa.

Para calculá-lo você deve:

  1. estar atento às contas a receber (pagamentos a prazo) já que elas demandarão reservas da sua empresa enquanto não recebe;
  2. fazer a gestão correta do estoque, seja comprando a quantidade correta para saída quanto modernizando o que tem sido oferecido;
  3. cuidar do caixa e da conta-corrente onde estarão de fato o dinheiro da sua empresa, sem recursos suficientes o negócio não se mantém;
  4. avaliar as dívidas e compromissos que devem ser honrados a tempo para que nada falte no seu e-commerce.

Após avaliar cada um desses aspectos você pode aplicá-lo na fórmula CGL = AC – PC sendo que AC é o ativo circulante da sua empresa contido nos recursos diversos disponíveis tanto em caixa, contas a receber quanto no estoque e PC equivale a tudo aquilo que você ainda precisa pagar para manter o seu negócio funcionando.

Obviamente, se o seu capital de giro está negativo significa que a saúde do seu empreendimento não vai bem. Cuide disso para que manter o seu empreendimento de forma exitosa

Manutenção da loja

Manter a loja demandará tempo, atenção e estratégia, e esse tripé envolve os diversos pontos abordados neste post. Nessas horas, contar com profissionais especializados que possam desenvolver e operacionalizar as melhores estratégias para você fará grande diferença, já que é impossível cuidar de tudo absolutamente sozinho e atingir grandes resultados.

Avalie bem como começará e manterá seu e-commerce para agir de forma planejada e obter sucesso com seu empreendimento!

Se gostou de saber quanto custa montar uma loja virtual, aproveite para fazer agora mesmo um orçamento para o seu e-commerce.

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>