Loja Virtual x Loja Física: Quais são as vantagens e desvantagens

Loja Virtual x Loja Física: Quais são as vantagens e desvantagens

Todo empreendimento de sucesso tem-se por trás um planejamento. No e-commerce é igual, entrar no mundo virtual gera muitas dúvidas, por isso destacamos algumas vantagens e desvantagens à respeito de Loja Virtual x Loja Física.

Se você ainda tem dúvida à respeito de loja virtual ou loja física, descubra quais são as vantagens e desvantagens antes de aventurar-se no mundo virtual.

E-commerce ou loja virtual, nada mais é que um comércio eletrônico, ou seja, toda modalidade de transação comercial de compra e venda realizada através da internet com o uso de um equipamento eletrônico.

Ter um e-commerce é o sonho de muitos empreendedores que veem no mundo virtual uma forma de aumentar seus lucros e ampliar ainda mais seu negócio. Porém, sabe-se que tudo que é realizado com sucesso, tem-se por trás um planejamento ou um plano de negócios. Tudo é colocado na ponta do lápis, quais são os custos, as formas de pagamento, forma de entrega, entre outros detalhes, inclusive as vantagens e desvantagens de se ter uma loja virtual. Para o e-commerce não é diferente, entrar nesse mundo virtual realmente gera muitas dúvidas, por isso preparamos algumas facilidades e dificuldades que irão auxiliar você, empreendedor, a resolver essa questão de uma vez por todas.

Loja Virtual x Loja Física Quais são as vantagens e desvantagens (5)

Você também pode ler nosso eBook, se preferir, contendo 10 coisas que você precisa saber antes de abrir uma loja virtual.

QUAIS SÃO AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DE TER UMA LOJA VIRTUAL?

Que vender na internet é rentável, já não se discute mais, vendo que os números só crescem no Brasil e no Mundo. Mas você sabe quais são as principais vantagens de se ter um e-commerce?
Pode-se dizer que a maior vantagem nas compras online são os preços, pois o baixo custo operacional permite que os valores sejam muito mais atrativos que nas lojas físicas. Ter uma loja virtual tem muitas vantagens, podemos citar algumas delas:

1. Disponibilidade

Loja aberta e produtos disponíveis para o cliente 24 horas por dia, 7 dias por semana, nos feriados e finais de semana, sem nenhum custo adicional. Para a maioria dos estabelecimentos físicos, funcionar além do horário comercial, requer pagamento de hora extra para os funcionários. Pode ser um complemento da loja física ou um empreendimento puramente virtual. Para o cliente, comprar não tem horário, dependerá exclusivamente da disponibilidade do consumidor, pode ser antes do trabalho ou de madrugada, quem escolhe o horário que lhe é conveniente é o próprio cliente.

2. Maiores informações acerca do produto

Vantagem em poder apresentar todas as informações do produto, como marca, modelo, tamanho, peso, dimensões, fotos de qualidade, vídeos explicativos, preço, fretes e tempo de entrega. Por isso é tão importante fazer uma descrição perfeita, você pode conferir nesse link 12 dicas inteligentes para você fazer uma descrição de produto perfeita e atrair ainda mais clientes.

Além disso, oferecer ao cliente uma página onde é possível avaliar o produto, deixando um depoimento, onde mostra sua opinião, os prós e os contras, fazem com que os mesmos se sintam à vontade para falar e os próximos clientes se sintam confiáveis e seguros para comprar.

3. Acesso

Permite acesso a qualquer momento com uso de smartphone, tablet, computador, notebook, etc., que tenha acesso à internet.

4. Baixo custo operacional

Baixo investimento inicial em comparação com o investimento de uma loja física (aluguel ou compra do imóvel, contratação de funcionários, impostos, móveis, decoração, limpeza, entre outros). Não há necessidade de contratação de vendedores, logo, não é necessário pagamento de comissão, o que já dá uma margem de lucro maior, permitindo operar com linha de desconto bem mais atrativo para o consumidor.

5. Prazo

Para construir uma estrutura online é muito mais rápido e bem menos burocrático que uma montar uma empresa física.

6. Alcance

Permite um amplo alcance geográfico enquanto a loja física só alcança os clientes da cidade e região, uma loja virtual alcança todo território nacional e internacional.

7. Facilidade nas pesquisas comparativas

Leva-se em consideração a facilidade de poder comparar, rapidamente, preços e produtos, em diversas lojas. Quanto mais informações do seu produto, melhor. As informações precisam ser claras e objetivas.

Para ganhar destaque, não seja mais um, disponibilizar conteúdos ricos e informações de qualidade fazem toda a diferença e ainda aumentam a relevância da página e a taxa de conversão (relação entre quem busca e quem efetua a compra). Os buscadores (Buscapé, por exemplo) reúnem as lojas que têm aquele produto, bem com os preços dos últimos dias, semanas ou meses.

8. Relatórios

Possibilidade acompanhar seus negócios e controlar os resultados, gerar controle de estoque de forma simples, o número de vendas, faturamento mensal, além de conhecer o perfil dos clientes, o nível de satisfação, etc. O varejista virtual tende a entender o comportamento de seus clientes, entender o que o cliente realmente procura, analisar resultados de campanhas, taxas de conversão, para que assim, possa criar estratégias de comunicação e vendas. Planejar e controlar os resultados é fundamental para viver o progresso do seu e-commerce.

Mensure os investimentos e o quanto você tem de retorno. Já existem ferramentas para tornar a gestão da sua Loja Virtual muito mais eficiente, o Google Analytics pode gerar ótimos resultados (saiba mais sobre essa ferramenta gratuita).

9. Conforto

Maior comodidade e praticidade em comprar e receber o produto no conforto do seu lar, sem ter que enfrentar trânsito, filas nos estacionamentos e aquele vendedor chato perguntando: Posso te ajudar? Ai, ficou lindo!!!

10. Maior variedade de produtos

Facilidade, agilidade e a diversificação de produtos, preços e marcas disponíveis no mesmo lugar, realiza muito mais conversões, afinal, se o consumidor encontrar todos os produtos que ele quer numa mesma loja virtual é muito mais fácil e ele não precisa lidar com custos de diferentes fretes.

11. Melhores preços, maiores descontos, mais formas de pagamento

Possibilidade de encontrar condições de pagamento muito mais atrativas que lojas físicas. A loja física tem um custo operacional muito mais alto que a virtual e uma rotatividade de produtos menor, ou seja, o valor tem que ser maior para conseguir uma boa margem de lucro.

Hoje, o cliente quer preço e prazo bom, quer facilidade, não dá para disponibilizar poucas formas de pagamento, muito menos preços absurdos. Ter a possibilidade de pagar com cartão de crédito, débito, boleto bancário ou até mesmo sistemas como o Pay Pal e PagSeguro facilita e muito ao consumidor.

Embora existam muitas vantagens, principalmente o baixo custo que o empresário tem de montar uma loja virtual, é importante citar algumas desvantagens também, como:

Emocional

A ansiedade de muitos clientes pode se tornar um empecilho durante as compras online, pois os ansiosos não conseguem esperar muito tempo para ter os produtos nas mãos, por isso, agilizar no prazo de entrega e a cada mudança de status, deixar o cliente a par da situação é imprescindível, assim ele fica mais calmo e sabe que logo sua mercadoria chegará.

Atendimento humanizado

O relacionamento humano ainda é fundamental para a maioria das pessoas. Tem quem goste de interagir fisicamente com o vendedor e tem quem não goste. O cliente ainda tem muitas dúvidas e desconfianças ao comprar pela internet, por isso que ter sempre um canal de comunicação aberto trará ainda mais credibilidade ao seu negócio. Deixar o cliente sozinho, sem contato direto com alguém que possa solucionar seu problema é um erro grave.

Manter os canais sempre abertos e oferecer um atendimento personalizado é essencial. Opções como chat online, WhatsApp, redes sociais ou e-mail, pode ser uma boa saída para tratar seu cliente de forma particular.

Insegurança

O cliente pode ficar inseguro por ter pago o produto e não poder ter em mãos de imediato. Ainda existem muitos clientes que não se sentem seguros de informar seus dados pessoais ou bancários, número do cartão de crédito, etc. Contratar uma empresa especializada no assunto é muito importante, levando em consideração que devem ser realizados protocolos de segurança para proteger os dados dos clientes. Obtenção de certificados de segurança e “blindagem” contra fraudes e hackers podem custar caro, mas lembre-se que investir em segurança é fundamental para atrair o cliente.

Experimentação

Não ter a opção de experimentar, tocar, sentir, provar ou conhecer o produto antes de realizar a compra é um ponto crucial, o que explica o fato de muitas pessoas conhecerem o produto na loja física e comprar na virtual em virtude do preço ser mais atrativo. Por esse motivo, mostrar os detalhes do produto, descrever, ter o maior número de informações possíveis, as cores disponíveis e o mais importante, ter fotos de qualidade é um grande diferencial. Para vender mais, faça a diferença!

Atrasos

Possíveis atrasos na mercadoria ou danificação do produto durante a entrega pode fazer com que aquele cliente se decepcione com as compras online. Organização é fundamental, ficar atento aos pedidos e embalar corretamente o produto vai fidelizar os clientes antigos e com essa experiência positiva poderá atrair os novos. É muito importante ter cuidado!

Possibilidade de troca

Comprar artigos de vestuários (como roupas, calçados, etc) ou cosméticos (perfumes, por exemplo) ainda é uma questão delicada, pois não permite experimentar, tocar ou sentir o produto, ou seja, o cliente ainda se sente inseguro em realizar uma comprar virtual por medo de errar no tamanho, na cor, no modelo, etc. Justamente por esse motivo, criar uma descrição bem feita, com detalhes, informações claras, apresentar fotos de qualidade e em alguns casos, até vídeos explicativos é tão importante. Dessa forma, o cliente se sente mais seguro e o número de troca/devolução cai bastante. A política de troca da loja virtual está igualmente sujeita ao código de defesa do consumidor.

MAS AFINAL, VALE A PENA ABRIR UMA LOJA VIRTUAL?

Com a tecnologia e o surgimento da internet, surge também uma nova forma de comércio e de atendimento ao consumidor. Em 2015, o comércio eletrônico completou 20 anos no Brasil, surgiu em meados dos anos 90 e cresceu de forma assustadora nos últimos cincos anos. Mesmo em tempos de crise, o comércio varejista virtual só tende a crescer, hoje não é mais preciso sair de casa ou do trabalho para fazer compras, tudo isso pode ser feito em qualquer lugar, a qualquer hora do dia, basta ter acesso à internet.

Logo, o empreendedor moderno se pergunta: Vale a pena abrir uma loja virtual?

Loja Virtual x Loja Física: Quais são as vantagens e desvantagens

Vamos aos fatos… O consumidor atual é multicanal, está sempre conectado, ou seja, ele quer a possibilidade de comprar em diversos canais (Loja Virtual, Loja Física, Telefone, E-mail, WhatsApp, Chat, SAC, Central de Relacionamento, Telemarketing, Redes Sociais, Atendimento Online, SMS, entre outros). É preciso entender que não há mais diferença entre loja física ou loja virtual, o cliente conhece o produto na loja física e tem a possibilidade de comprar na loja virtual, e vice-versa. Uma pesquisa mostra que a maioria dos brasileiros, antes de comprar na loja física, pesquisam e buscam informações na internet acerca daquele produto, porém, passear no shopping, pegar o produto nas mãos, analisar preços e só depois comprar pela internet, é um hábito de 63% dos brasileiros.

Os números mostram, em 2016 estima-se que o e-commerce cresça 18% em relação ao ano passado. O comércio varejista virtual, incluindo micro e pequenas empresas, movimentam 40 bilhões de reais. No primeiro semestre de 2015, o varejo físico cresceu somente 4,2%, enquanto o mercado virtual cresceu 16%. As compras realizadas por dispositivos móveis, como celulares e tablets, vem apresentando um crescimento acelerado, somando 30% dos pedidos efetuados em lojas virtuais.

Loja Virtual x Loja Física: Quais são as vantagens e desvantagens

Um estudo realizado pela consultoria Bain & Company mostra que o comércio eletrônico no Brasil pode crescer aproximadamente 11% ao ano até 2019. Estima-se que o faturamento ultrapasse US$ 11 bilhões em 2015 para US$ 16 bilhões.Defina quem é seu público alvo, seus maiores concorrentes, sua dinâmica, sua estratégia de marketing e enfim, mãos à obra!!!

Encantar os consumidores é o caminho para o sucesso.

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>