No varejo online é muito importante conhecer bem o seu público, principalmente porque ele não está presente fisicamente. Você deve procurar sempre analisar o seu comportamento e entender os seus interesses, para aumentar a velocidade de resposta às suas demandas.

Uma vantagem da internet é tornar o comportamento do público mais facilmente mensurável. Ferramentas como o Google Analytics disponibilizam informações importantes sobre fontes de tráfego, receita, landing pages mais acessadas, taxas de conversão, taxa de abandono etc.

Mas você sabe como funciona o analytics para ecommerce? Como usá-lo para monitorar suas métricas e melhorar o seu desempenho? Conheça, a seguir, como essa ferramenta funciona e como ela pode ajudá-lo a extrair insights relevantes para o seu negócio.

Saiba o que é o Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta de análise fundamental para o monitoramento de tráfego e a definição de estratégias de campanhas de marketing digital. Utilizando esse recurso, você pode acompanhar o volume de visitas e interações em seu website e mensurar o desempenho de todos os canais de entrada, sejam campanhas de e-mail marketing, Google Adwords, tráfego orgânico (SEO), sites de referência, redes sociais etc.

Ele tem uma versão gratuita satisfatória (também há uma versão paga, usada apenas por grandes empresas) e fácil de usar — o próprio Google fornece um guia para o usuário. O primeiro passo é instalar o código de acompanhamento do Google em todas as páginas da loja virtual e estabelecer as metas de ações que deseja acompanhar.

Entenda por que essa ferramenta é tão importante

O analytics fornece acesso a informações importantes, como taxa de conversão para anúncios, número de transações, faturamento total, ticket médio, quantidade de vendas, faturamento por produto, faturamento total, quantidade de produtos vendidos, performance das landing pages e muitos outros dados importantes.

Analisando essas informações, é possível avaliar, por exemplo, quais palavras-chave ou tráfego de entrada apresentou maior número de receita ou contatos qualificados para o seu comércio online. Ou de controlar a quantidade de conversões por canal e campanha criada e calcular o retorno sobre investimento (ROI) dos seus esforços de marketing.

Também é possível conseguir detalhamentos sobre o perfil do usuário, como idade e sexo, e com isso também ter uma noção melhor do público antes mesmo de ele ter feito o cadastro no site. Assim, será capaz de direcionar melhor os produtos, descontos e parcelamentos.

Acesse informações de visitas e sazonalidades

O Analytics disponibiliza acesso a informações sobre localização do usuário, visitantes antigos e novos, qual o navegador ou sistema operacional usado, tempo médio de visita etc. As possibilidades de monitoramento são muitas, cabe a você decidir quais utilizar.

Você pode saber se os visitantes descobriram seu website a partir de buscas no Google, campanhas de e-mail marketing, mídias sociais e assim por diante. E tudo isso com acompanhamento diário, semanal, mensal ou do modo que você desejar.

Todas essas informações podem ser segmentadas por data e hora de acesso, canal de origem (redes sociais, buscas orgânicas), perfil das pessoas que acessam a página etc. Assim, você pode verificar qual parcela dos visitantes é responsável pela maior parte do faturamento, ou em quais cidades e estados sua empresa consegue maior penetração.

Saiba como analisar a jornada do comprador

Com o Google Analytics é possível fazer uma análise detalhada das vendas e descobrir, por exemplo, qual canal gerou mais conversões, assim como qual canal está ajudando nas conversões mas não é o último ponto de contato.

O usuário percorre um longo caminho até efetuar a compra, por exemplo, começando pelas pesquisas no Google e clicando em um anúncio pago. Depois é feita uma pesquisa pelo nome da empresa e acaba clicando no seu posicionamento orgânico. Em seguida, ele é impactado pelo remarketing, onde acaba fechando a venda e, logo depois, recebe um e-mail marketing e acaba fazendo uma recompra.

É super importante que sua empresa saiba exatamente todos esses pontos de contato, para entender todo o caminho que o usuário percorreu até fechar a venda. Dessa forma, você saberá exatamente onde deve concentrar os investimentos e os recursos de marketing.

Atente também para a taxa de abandono

Você sabe por que, muitas vezes, seu comércio online atrai novos clientes mas não consegue fidelizá-los? A taxa de abandono é uma métrica muito usada, pois permite reter visitantes e reduzir as perdas de vendas e clientes, utilizando estratégias de remarketing.

Toda vez que alguém entra no seu site, o código registra os dados do computador do usuário. Desse modo, você pode melhorar consideravelmente a sua habilidade de segmentar a sua audiência e criar estratégias relevantes, levando em consideração a atitude do público e os seus interesses específicos.

Você pode verificar a localização dos usuários de acordo com os estados, as maiores taxas de abandono etc. Com isso, poderá verificar se o abandono da compra se deu na página de cálculo de frete, por exemplo. Assim, será capaz de descobrir que no estado que tiver maior taxa de abandono nessa página o frete pode estar muito alto, ou que as opções de entrega não estão satisfatórias para o usuário.

Otimize suas estratégias de SEO

O Analytics para ecommerce fornece informações valiosas sobre SEO (otimização de mecanismos de pesquisa) e tráfego orgânico do Google, como campanhas de links patrocinados, palavras-chave, sites de referências, ROI e desempenho de campanhas de e-mail marketing. Assim, você poderá saber o que atrai mais tráfego para sua loja virtual.

Você pode descobrir quais canais de origem e landing pages (páginas de destino) geram ou não faturamento, e decidir se deve otimizá-los ou removê-los. Além disso, também é possível verificar quais pesquisas orgânicas no Google estão relacionadas às páginas de destino no seu site.

Crie relatórios detalhados

Utilize a ferramenta para criar relatórios personalizados e focados em seu negócio, com métricas relevantes para identificar oportunidades. Com esses dados, você poderá, por exemplo, visualizar quais são os dias que vendem menos e criar promoções para esses dias se tornarem mais movimentados. Também será capaz de criar metas e funis de vendas para resolver problemas de gargalos nas operações internas.

Atente para o planejamento estratégico

Os dados fornecidos pelo Google Analytics são muito úteis para melhorar a tomada de decisões em seu ecommerce. Trata-se de um verdadeiro mapa da mina para quem quer entender melhor a interação dos usuários com o website e os caminhos de navegação que eles percorrem.

Mas para assegurar um bom uso de todos esses dados, é importante que você faça um bom planejamento estratégico, traçando os objetivos de sua empresa claramente, definindo como alcançá-los e quais serão as métricas que definirão o sucesso de cada ação tomada. Os indicadores de performance (chamados KPIs) variam de acordo com a empresa e os seus objetivos.

Não se esqueça de mensurar os resultados

Posteriormente, você será capaz de fazer uma avaliação completa dos dados, para verificar se suas estratégias funcionaram e os investimentos em anúncios deram retorno. Assim poderá saber qual estratégia está dando certo ou qual deve ser revista ou deixada de lado. Procure testar novas ações para aumentar os acessos ao seu site e as conversões de vendas.

Também é possível descobrir quais campanhas de marketing deram maior resultados em todos os aspectos. Ou quais geraram maior número de cliques, mas não deram tanta conversão. Com isso, será capaz de saber por que tantas pessoas foram até o site, mas não efetuaram a compra tudo medido pelo Google Analytics.

Com o Anaytics, podemos medir também a velocidade da loja virtual, e com isso saber que uma página mais lenta tem maior taxa de rejeição. Descobrindo quais páginas apresentam pior desempenho, saberemos facilmente onde temos que melhorar.

Busque insights para otimizar os seus investimentos

Você poderá verificar também se as redes sociais estão trazendo resultados para o ecommerce. Às vezes, o lojista fica apenas postando repetidamente, e acaba não medindo o retorno que isso efetivamente está dando para o seu negócio. Às vezes ele poderia postar menos nas redes sociais, e investir seu tempo/dinheiro em outras atividades na venda online que dariam mais resultados.

Com tantas informações, é importante que você saiba como analisá-las e extrair delas insights que ajudem nas tomadas de decisão do negócio. Se você deseja aproveitar todo o potencial desta impressionante ferramenta, a opção ideal é contratar uma consultoria em ecommerce para auxiliá-lo.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o Analytics para ecommerce, não deixe de conferir o nosso outro artigo que fala sobre como utilizar a ferramenta Google Analytics para otimizar a sua loja virtual e vender mais.

Categorias: Dicas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: