Correios ou transportadora para o e-commerce: o que é melhor?

Correios ou transportadora para o e-commerce: o que é melhor?

Escolher a melhor transportadora para o e-commerce pode fazer toda a diferença no nível de satisfação dos clientes e influenciar na decisão de compra. Mas, você sabe qual é a melhor forma de entregar as mercadorias de seu e-commerce?

Você sabe quais são as vantagens e desvantagens de usar os serviços dos Correios e das transportadoras? Qual é o custo do frete para cada uma dessas opções? O prazo de entrega? O limite de volume? Como a distância influencia na escolha? Quais são as formas de pagamento? Veja, a seguir, qual é a melhor transportadora para o e-commerce!

Analise a reputação dos Correios

A empresa mais usada para entrega de encomendas são os Correios — uma pesquisa realizada pela ABComm em 2017 mostra que 92% dos e-commerces brasileiros usam o PAC, serviço de entrega disponibilizado pelos Correios.

Os Correios ainda desfrutam de boa reputação entre os clientes — recentemente, a empresa venceu o prêmio 100 Melhores Empresas em Satisfação do Cliente na categoria “Entregas”, do Instituto MESC.

Porém, os Correios enfrentam problemas de reclamações. Em São Paulo, figurou entre as 50 empresas com mais reclamações em 2017, segundo o Procon-SP. Os principais problemas apontados foram de serviço não prestado e vícios de qualidade.

Veja qual é o frete mais vantajoso

Os Correios nem sempre oferecem os melhores custos de fretes. A empresa possui várias modalidades de fretes, calculados de acordo com o peso, tempo, preço e tipo de produto. Um diferencial é que esses valores já são conhecidos pelos consumidores.

Optar pelos Correios pode ser uma boa opção quando os produtos são leves. Produtos mais pesados devem ter o frete cotado também nas transportadoras, especialmente se forem encaminhados para capitais e cidades próximas.

Saiba as vantagens das transportadoras para o e-commerce

Com menores chances de serem paralisadas por greves e menos regras sobre tamanho e peso dos produtos, as transportadoras trazem também mais agilidade e a vantagem de fazer a entrega diretamente da sua loja para a casa do cliente. Porém, elas geralmente cobram valores mais altos que os Correios para grandes distâncias.

Um modo de reduzir os custos é contratar uma empresa que atue na área que você vai atender. Cabe observar que, no caso das transportadoras, você deve ter mais atenção para calcular o frete. Diferentemente dos Correios, que têm uma ferramenta de cálculo automática, as transportadoras geralmente não dispõem de ferramentas de cálculos para integrar com o e-commerce, fazendo que seja necessária solicitar a tabela para que seja adicionada na plataforma.

Atente para os prazos de entrega

A rapidez na entrega é um grande diferencial oferecido aos clientes. Os Correios possuem opções de entrega rápida, como o SEDEX, mas o preço é alto. Geralmente, nos estados no eixo sul-sudeste, as transportadoras têm entregas mais rápidas que o PAC dos Correios.

Por outro lado, entregas com prazo maior geralmente custam menos, o que leva muitos consumidores a optarem por esperar mais tempo e economizar. Por isso, vale a pena oferecer uma opção de frete com prazo mais longo e baixo custo.

Entenda como a distância interfere

No quesito distância, os Correios oferecem a vantagem de entregar mercadorias em todo o País, alcançando locais que uma transportadora não chegaria. Porém, localidades afastadas ou consideradas de risco não são atendidas. Nesse caso, o destinatário precisa comparecer à agência para retirar o produto.

Também é preciso observar que, às vezes, o valor cobrado pelos Correios para realizar o envio dentro da mesma cidade pode custar o mesmo valor que enviar para outras cidades ou estados. Nesse caso, valerá a pena optar pelas transportadoras, que podem oferecer custos menores e entrega em até 24 horas.

Veja a importância do fator confiança

Além disso, é preciso levar em conta a questão da confiança. Todo mundo conhece os serviços dos Correios e eles têm um padrão de entrega, o que inspira mais segurança.

Por outro lado, as transportadoras nem sempre são conhecidas das pessoas, o que inspira menos credibilidade. Além disso, os entregadores dessas empresas nem sempre usam uniformes, dificultando a sua identificação e gerando menos confiança.

Considere também o volume dos envios

Se você tem um volume alto de envios para uma mesma localidade, pode sair mais barato contratar as transportadoras, que costumam fechar parcerias para entregas para um grande volume de mercadorias em regiões próximas.

Essa estratégia se mostra ainda mais adequada para períodos de maior demanda sazonal e maior número de vendas.

Observe o fator disponibilidade do serviço

Um fator que é preciso levar em conta é a possibilidade de ocorrer uma greve dos Correios. O cliente que adquire um produto quer recebê-lo o quanto antes. Por isso, pode ser um risco contar apenas com esse serviço.

Com as transportadoras, não há risco desse problema ocorrer, pois elas precisam cumprir com os prazos acordados. Caso contrário, têm de se responsabilizar pelos prejuízos que possam ocorrer por atrasos — lembre-se de incluir no contrato uma cláusula sobre o assunto e atente sempre para o código de defesa do consumidor.

Redobre os cuidados com cargas frágeis

Se o produto é frágil e precisa de cuidados especiais no transporte, você deve ter atenção redobrada, pois toda a responsabilidade recairá sobre a sua empresa. Tenha cuidado no envio de produtos frágeis, pois os Correios apresentam problemas com produtos danificados. Dependendo da fragilidade do produto, não bastará colocar no pacote alertas de frágil.

Ao contratar uma transportadora, você pode solicitar cuidados especiais com os produtos e incluir no contrato uma cláusula de restituição de valores, caso aconteça algum acidente.

Faça um contrato para diminuir custos

Em vez de pagar por envios esporádicos, você pode optar por fazer um contrato com os Correios para pagar as faturas das entregas mensalmente, o que facilita bastante o controle financeiro. À medida que o seu e-commerce tiver mais entregas, você poderá melhorar o contrato e reduzir os custos.

Esse tipo de contrato pode ser estabelecido também com as transportadoras, que cobram valores mais altos para envios esporádicos de encomendas e fazem parcerias mais vantajosas para pagamentos mensais.

Veja a importância do rastreamento

O rastreamento dos produtos é importante, pois traz tranquilidade para os e-commerces e clientes. Tanto os Correios quanto as transportadoras oferecem essa facilidade.

Um diferencial dos Correios é que eles têm a Etiqueta SIGEP, que pode ser incluída dentro das plataformas de e-commerce. Isso facilita o envio dos pedidos, pois o número de rastreio é gerado dentro da plataforma e enviado automaticamente ao cliente. Em transportadoras, isso não ocorre da mesma forma.

Existe também a possibilidade de fazer integração direta com a loja virtual, seja usando os Correios ou as transportadoras, o que permite ao cliente conferir na hora o valor do frete, de modo automatizado, ao fechar o pedido.

Faça um seguro para encomendas de valor alto

Nos Correios, já existe um seguro caso aconteça algum problema com a carga, como roubo ou extravio. Esse seguro, porém, depende do serviço e é de valor baixo.

Caso o objeto enviado seja de valor mais alto, a pessoa pode contratar no ato da postagem o seguro de valor declarado. Nesse caso, ela informa quanto vale a encomenda, mostra a nota fiscal e paga cerca de 1% sobre o valor da mercadoria. Assim, tem garantia de receber 100% de restituição, em caso de perda.

Conheça opções de entrega alternativas

Uma opção interessante é investir em um sistema de entrega próprio ou contratar um serviço de motoboy. Essa pode ser uma boa escolha para lojas que enviam várias encomendas diárias em áreas próximas.

No início de qualquer e-commerce é indicado usar os Correios, que têm uma estrutura de integração e trabalho com a maioria das plataformas, portanto, vai necessitar menos conhecimento do lojista. Mas, sempre é bom buscar novas opções de envio, como transportadoras para produtos de grandes volumes ou pesos (os Correios só levam 30kg e têm outras limitações de tamanho).

Muitas transportadoras têm preços mais baixos que dos Correios, em diversas regiões. Vale a pena conversar com elas e negociar tabelas e fretes.

Como vimos, cada serviço possui vantagens e desvantagens, cabendo ao empreendedor escolher qual é a melhor transportadora para o e-commerce. Lembre-se também que a oferta de frete grátis tem muito apelo entre o público.

Você gostou deste artigo? Quer saber mais sobre como tornar o seu e-commerce mais eficiente e atraente para o seu público? Assine a nossa newsletter e receba dicas de loja virtual em seu e-mail.

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>