6 formas de anunciar no Google para impulsionar sua loja virtual

6 formas de anunciar no Google para impulsionar sua loja virtual

Quem atua profissionalmente no mercado digital com toda a certeza já ouviu falar que anunciar no Google é uma estratégia promissora, correto?

Pelo poder de atuação que a empresa atingiu, podemos dizer que já se trata de uma necessidade, e não mais de uma escolha, para aqueles que querem impulsionar suas vendas.

Ao longo de sua trajetória, o Google ampliou e diversificou seu leque de serviços, incorporando produtos que podem ser de grande valia para empreendedores em muitas áreas, sendo o marketing digital um dos destaques.

São ferramentas como Google Adwords, Google Meu Negócio, Google Shopping, Youtube, Rede de Display e Google Remarketing. Cada uma com a sua função e a promessa de resultados extremamente positivos.

Se você já pensou em anunciar no Google, mas ainda tem dúvidas quanto ao processo, acompanhe o artigo que preparamos, com sete maneiras de utilizar o Google para fortalecer sua loja virtual.

1. Google Adwords

Para termos uma noção, o Google reúne cerca de 98% de todo o tráfego de pesquisa do mundo. Logo, estar ali significa expor sua marca para praticamente todas as pessoas que utilizam a Internet para buscas.

O retorno também é atraente. Em média, a cada R$ 1,00 investido, R$ 2,00 é o montante que volta. Ou seja, você recebe o dobro do que aplicou.

Por isso, utilizar a plataforma de publicidade do Google é para lá de recomendado e já se tornou uma prática para mais de 1,5 milhão de empresas em todas as partes do globo.

Com o Google Adwords, o empresário paga por anúncios que serão exibidos sob a forma de links patrocinados. Assim, é possível atingir as pessoas certas, no momento ideal: quando elas já estão fazendo uma busca sobre aquele assunto específico.

O manuseio da plataforma é bastante simples. O dono da empresa digital escolhe as palavras-chave que lhe são mais estratégicas e define também como será o pagamento.

A liberdade para fazer escolhas é uma das características mais elogiadas do Google Adwords. Com ele, é você que vai decidir o quanto quer gastar, quais palavras vai utilizar, qual público atingir, em que horário seu anúncio será exibido, quando iniciar e quando encerrar a sua campanha. E detalhe: não há taxas para suspensão de campanhas.

2. Google Meu Negócio

Outra ferramenta desenvolvida pelo Google e que também pode ser um grande aliado do empreendedor é o Google Meu Negócio. Com cadastro gratuito, ele promete auxiliar empresas a melhorarem a visibilidade que têm perante potenciais clientes.

Em resumo, o Google Meu Negócio garante à pessoa interessada fácil acesso a dados básicos do seu negócio, tais como localização, horário de funcionamento, telefone e avaliações de outros usuários.

Isso permite uma maior exposição no próprio Google e intensifica a integração entre a sua marca e os seus clientes.

Com essa ferramenta, é possível receber um relatório mensal, que vai ajudá-lo a fazer um acompanhamento preciso, tendo assim um maior controle sobre tudo o que ocorre.

Basta criar um cadastro, inserir as informações da sua empresa e ir configurando a página da maneira mais completa possível. Lembre-se: quanto mais dados disponíveis, mais os consumidores terão confiança em seu negócio.

3. Google Shopping

O Google Shopping veio como um complemento para o consumidor virtual que já têm o hábito de pesquisar preços antes de comprar. Mas a ferramenta faz mais do que mostrar as diferenças de valor entre produtos.

O Google Shopping atua como um verdadeiro shopping eletrônico. A diferença dele para sites como Zoom ou Buscapé é que ele tem integração direta com o Google, o que gera vantagens como aparição no topo da página, antes mesmo dos links patrocinados.

Para inserir seus produtos ou serviços no Google Shopping, é preciso criar uma conta no Google Merchant Center e integrá-la ao cadastro no Google Adwords.

Diferentemente do mecanismo padrão de exibição, não é a palavra-chave que vai garantir destaque ao que você ofertar, e sim os seus atributos e características técnicas. Portanto, quanto mais informações inseridas, maiores as chances de ter um produto bem ranqueado.

4. Anúncios no Youtube

O Youtube é a maior referência atual em vídeos na internet e é, depois do próprio Google, a segunda plataforma de buscas mais acessada do mundo. Dessa forma, detém uma altíssima projeção, o que o transforma em uma excelente vitrine para a inserção de anúncios.

Para investir nesse tipo de publicidade, o Google Adwords serve mais uma vez como ponto de partida. Assim como as demais ferramentas do Google, essa também permite escolher quem terá acesso ao conteúdo, de acordo com o público que mais te interessa.

O segredo é investir em vídeos que tenham um número elevado de visualizações e definir como será a exibição da sua peça.

Depois, para fazer o acompanhamento de tudo, o Google disponibiliza uma ferramenta específica – o Youtube Analytics – que vai te deixar a par de toda a movimentação gerada em torno do seu anúncio.

5. Rede de display

A rede de display do Google é mais um poderoso produto publicitário que ajuda o empresário a encontrar o seu público-alvo e vender mais. É ela que possibilita a exibição de banners, enquanto estamos navegando por blogs e websites, e de teasers, quando estamos assistindo a um vídeo no Youtube.

A rede de display nada mais é do que uma cadeia com mais de 1 milhão de websites do próprio Google e de parceiros, que atinge cerca de 80% dos internautas do mundo e 95% dos brasileiros. Ou seja, o alcance é muito alto.

Para anunciar na rede de display, é preciso fazer a configuração a partir do Google Adwords. É possível escolher em qual site ou blog o seu banner será inserido, qual tamanho ele terá, em qual posição ele ficará e também como será feito o pagamento pela veiculação.

O mais importante é: a todo momento, o Google estará monitorando os usuários com base no histórico de pesquisas e classificando-os conforme idade, sexo e interesses, o que é um grande passo para encontrar os seus maiores e melhores consumidores e elevar suas taxas de conversão.

6. Google Remarketing

O Google Remarketing é um produto bastante eficaz, pois atua em torno de pessoas que já visitaram seu website no passado, mas, por algum motivo, não o acessam mais. Com ele, conseguimos oferecer uma segunda oportunidade para que os consumidores retornem à sua loja virtual e comprem.

O Remarketing trabalha com uma delimitação de público, que permite ao empresário, por exemplo, criar anúncios específicos para pessoas que abandonaram o website após montarem um carrinho, ou para grupos de antigos clientes, que não retornaram mais.

As campanhas de remarketing são criadas a partir do Google Adwords. O empreendedor deve adicionar a tag de remarketing em todo o seu site e criar listas de remarketing específicas para cada página visitada. Dessa forma, quando um usuário entrar no seu site, ele automaticamente será adicionado a essa lista.

Assim, podemos afirmar que anunciar no Google é uma decisão acertada para você e sua empresa. Além de conseguir se manter no controle da situação, graças à flexibilidade da plataforma, a relação custo-benefício é favorável, seu e-commerce ganha em tráfego orgânico qualificado, é possível trabalhar com uma alta segmentação e, o mais importante, os resultados aparecem rapidamente.

Se quiser saber mais sobre estratégias de gestão para o mercado digital, assine nossa newsletter e tenha acesso a todo nosso conteúdo em primeira mão!

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>