10 perguntas e respostas sobre pagamento online em e-commerce

10 perguntas e respostas sobre pagamento online em e-commerce

Oferecer formas de pagamento seguras e variadas, com vantagens que facilitam na hora de finalizar a compra, é fundamental para gerar mais vendas e influenciar na fidelização dos clientes de seu e-commerce.

É preciso atentar também para a saúde financeira de sua empresa, de modo a garantir não apenas a satisfação dos clientes, mas a viabilidade de seu negócio. Portanto, a escolha dos meios de pagamento deve ser estratégica e criteriosa. Afinal, taxas e prazos no recebimento, assim como a questão da segurança, variam de uma opção para outra.

Mas você sabe quais formas de pagamento você pode oferecer? Como integrar as formas de pagamento à loja virtual? Como escolher as melhores formas de pagamento? Veja, a seguir, as respostas para essas e outras perguntas sobre pagamento online em e-commerce.

1. Por que a forma de pagamento é tão importante?

Pense na seguinte situação: após pesquisar produtos e preços, um cliente finalmente encontra o que ele buscava. Ele já percorreu toda a jornada de compra e levou seu carrinho até a página de pagamento.

Porém, prestes a finalizar a compra, ele se depara com um problema: a única opção de pagamento é o cartão de crédito. Mas o cliente não tem cartão, pois prefere usar o boleto bancário. Frustrado, ele é obrigado a desistir de realizar a compra.

Esse exemplo mostra a importância das formas de pagamento online e como elas podem impactar na decisão do cliente de realizar ou não a aquisição de determinado produto. Também reforça a necessidade de conhecer seu público-alvo: você sabe quais formas de pagamento ele prefere utilizar?

2. Quais formas de pagamento você pode oferecer?

A fórmula é simples: quanto mais modalidades de pagamento sua loja oferece, mais chances você tem de contemplar a todos os perfis de público e finalizar as suas vendas.

Afinal, a diversidade de opções e a facilidade de pagamento diminuem as taxas de abandono de carrinho. Cartão de crédito, cartão de débito, boleto bancário, transferência online, carteiras digitais e trocas de milhas são as opções mais conhecidas e utilizadas no mercado.

Cada uma delas tem suas vantagens e desvantagens, que incluem as taxas cobradas pelas operadoras e os prazos para receber os valores.

3. Quais são os benefícios do cartão de débito?

O cartão de débito é uma boa opção, pois permite o recebimento quase imediato do valor e oferece muita segurança. Para o consumidor, essa forma de pagamento é vantajosa por não implicar no risco de pagar juros altíssimos, como no caso do cartão de crédito.

Para utilizá-lo, o lojista precisa assinar convênios com os bancos e pagar taxas, mas que atualmente são muito boas para essa modalidade de pagamento, mais baixas ainda que do cartão de crédito.

4. Por que usar o cartão de crédito?

A compra pelo cartão de crédito é vantajosa, pois o usuário já finaliza a compra na hora, e a confirmação de pagamento é, na maioria das vezes, instantânea. Essa modalidade de pagamento também oferece vantagens para o consumidor, como a praticidade na hora do pagamento e a possibilidade de parcelamento.

O problema é o custo mais alto, pois sempre é cobrado do lojista um percentual sobre o valor da venda. Além disso, é preciso atentar para os prazos para receber os valores. E ainda existe a questão das fraudes, o famoso chargeback, que pode comprometer o recebimento daquela venda mesmo depois de o pagamento ter sido efetuado.

5. O pagamento por boleto bancário é vantajoso?

O boleto bancário é prático para os consumidores que não têm cartão de crédito e também para os lojistas, que recebem o dinheiro mais rapidamente que pelo cartão, e não existe a possibilidade de fraude. Além de o pagamento ser feito à vista, o processo de pagamento é bastante seguro e atraente, pois as taxas são relativamente baixas.

Uma vez que o pagamento por boleto tem um custo mais baixo (normalmente o valor é fixo por pedido, em vez de ser cobrado um percentual do valor da compra, como no cartão), os lojistas, às vezes, oferecem descontos para tentar convencer o cliente a comprar nessa modalidade.

O problema é que o cliente pode efetuar o pedido e acabar não pagando o boleto, pois o pagamento não é efetuado na hora, como no cartão. Algumas vezes, o cliente desiste de pagar depois e o lojista perde a venda. Ele pode desistir da compra mesmo após ter realizado a compra no site, basta não pagar o boleto.

6. Por que a maioria dos clientes não gosta de usar a transferência bancária?

No caso da transferência online, o consumidor pode realizar a transferência pelo caixa bancário ou pelo computador. O lojista recebe o valor automaticamente, se a conta for do mesmo banco, ou dentro de algumas horas, se a transferência for por DOC ou TED.

Porém, a maioria dos clientes não gostam dessa opção porque ela não passa confiança para realizar a compra, pois o lojista precisa disponibilizar seus dados bancários e a confirmação do pagamento pelo lado do lojista normalmente é manual, pedido por pedido.

7. Existem formas de pagamento que não dependem dos bancos?

As carteiras digitais são aplicativos que guardam as informações do usuário para serem usadas nas transações online. A vantagem é que os apps contam com recursos de privacidade e segurança, como criptografia ou autorização biométrica. Grandes empresas, como Google, Apple e Samsung, vêm investindo nesse modelo.

Com o sistema de milhas, o cliente recebe pontos que são depois trocados por produtos ou serviços. O sistema, bastante popular entre as companhias aéreas, pode ser adotado também por empresas de outras áreas, com a vantagem de ajudar a fidelizar o público. Para usá-lo, o lojista pode fazer parceria com uma empresa administradora de milhas.

8. Como as formas de pagamento impactam nas vendas?

Um sistema de pagamento que transmita segurança ao cliente e ofereça a ele uma boa usabilidade impacta diretamente nas vendas, pois evita desistências e abandono do carrinho de compras.

Além disso, um bom sistema de pagamento valoriza a imagem da sua marca e ajuda a fidelizar os clientes. Lembre-se, ainda, de que ações de incentivos, como parcelamentos e descontos no pagamento à vista, ajudam a alavancar as vendas.

9. Como integrar as formas de pagamento online ao seu e-commerce?

Em geral, para fazer a integração são utilizados dois serviços, o gateway de pagamento, voltado para compras com cartão de crédito, e o intermediador de pagamento, usado por serviços de pagamento, como MOIP, PagSeguro, MercadoPago e PayPal.

O gateway de pagamento funciona como uma máquina de cartão de crédito digital: o cliente insere as informações de seu cartão, que são enviadas ao administrador da bandeira para conferência dos dados e verificação dos limites disponíveis. A dificuldade é que o lojista precisa entrar em contato com cada uma das bandeiras para instalar o sistema.

Já os intermediadores de pagamento são empresas que terceirizam o pagamento, servindo de intermediário entre o comprador, o lojista e as instituições financeiras. A sua vantagem é a praticidade para o lojista, que não precisa entrar em contato com as bandeiras dos cartões e os bancos.

Também são vantajosos para os clientes, por oferecer uma grande variedade de opções de pagamento e sistemas antifraude bastante confiáveis. Porém, por oferecer todos esses recursos, eles cobram taxas mais altas que dos gateways.

10. Como posso evitar fraudes na compra por cartões?

Levantamento da empresa antifraude Konduto mostra que o e-commerce brasileiro sofre uma tentativa de fraude a cada cinco segundos, geralmente, a partir de compras feitas com cartões de crédito clonados. Por isso, é importante que os negócios online tenham um sistema antifraude eficiente, capaz de identificar as transações ilegítimas antes mesmo da aprovação do pagamento na hora da compra.

O recomendável, segundo a Konduto, é que um e-commerce não tenha uma taxa de fraudes superior a um por cento do faturamento, sob o risco de receber multas e até mesmo ser descredenciado junto às operadoras de cartão de crédito.

Esperamos que, com essas informações, você tenha entendido melhor como funcionam os meios de pagamento online. Lembre-se sempre de que o comércio online é muito dinâmico e, por isso, os lojistas devem ficar atentos para as novidades que possam aparecer em relação ao pagamento virtual e manter-se sempre atualizados.

Gostou do conteúdo deste post? Acesse nosso blog e assine a nossa newsletter para receber gratuitamente nossos conteúdos no seu e-mail.

Comments ( 3 )

  1. 7 cuidados a serem tomados para evitar fraudes digitais - Blog Idealize Tecnologia
    […] As fraudes digitais ocorrem majoritariamente durante a transação financeira, ou seja, na hora do pagamento — por isso, é nesse momento que a segurança deve ser reforçada. Dada a importância desta etapa do e-commerce tanto para o cliente quanto para o lojista, é prudente utilizar um gateway de pagamento. […]
  2. Saiba como escolher a plataforma ideal para a sua loja virtual - Blog Idealize Tecnologia
    […] confira se há integração com gateways de pagamento da sua preferência ou então um […]
  3. Resultados em vendas: online x offline - Blog Idealize Tecnologia
    […] análise de risco e prevenção de fraudes vem deixando clientes e lojistas mais seguros. Oferecer formas de pagamento seguras e variadas é fundamental para gerar mais vendas e influenciar na fidelização dos clientes de seu […]

Deixe uma resposta